Entre o eu e outro: a ficcionalização da história na autotradução de viva o povo brasileiro

Autor

Sarah Catão de Lucena

Orientador

Prof. Dr. Roland Walter

Ano da defesa

2013

Resumo

Esta dissertação objetiva discutir autotradução pela perspectiva da ficcionalização da história, utilizando como corpus o romance Viva o Povo Brasileiro e sua autotradução para o inglês, An Invincible Memory, ambos de João Ubaldo Ribeiro. Tem como aparato teórico a discussão sobre a ficcionalização da história pela literatura, a relação entre fato e ficção e o estatuto da verdade. Busca discutir em que medida a autotradução pode contribuir com novas maneiras de compreender a tradução na contemporaneidade, bem como o papel do tradutor, e tece ainda reflexões sobre literatura brasileira traduzida para o inglês de forma geral.

Baixar arquivoClique para baixar